Do embarque – parte II

No dia seguinte me acordaram as 04h50 da manhã e eu deveria estar pronta as 06h. Fiz o check out no hotel e fiquei aguardando o ônibus chegar prá nos levar de volta pro aeroporto. Cheguei rápido demais e fui prá fila do check in, chegando lá não tinha absolutamente ninguém da companhia que começaram a chegar quase às 07 horas da manhã.

Como havia perdido um dia praticamente das minhas férias fui tentar aumentar a viagem em um dia, ou seja, para o dia 18; mas não tinham vagas, pois os vôos estavam vindo cheios por conta do Rio + 20, tinha vaga pro dia 25, fiquei na dúvida se mudava ou não, duas das minhas amigas alteraram as delas pro dia 27, e daí decidir mudar também e dividiríamos um quarto por lá.

Check in feito nos mandaram subir prá tomar café num restaurante, no segundo andar do aeroporto e ai aqui pessoa liga prá cartão, banco, operadora de telefonia, seguro de viagem, família, chora entra em crise. Uma bagunça!

Passada a crise entramos na sala de embarque e ao passar pela polícia tudo o que não apitou no dia anterior, resolve apitar, tira brinco, relógio, pulseira e no fim das contas o que estava apitando era o detalhe em metal da minha bota! Estranhei, mas enfim! E ai finalmente consegui embarcar rumo a terra do Tio Sam!

Dentro do avião, queria dormir porque estava morta de cansada, mas olha no nordeste do Brasil tem tanta, mas tanta turbulência q fica impossível! As comissárias da companhia são extremamente mal humoradas, e acham que estão ali te fazendo um favor; a comida, nem preciso comentar, pedi um macarrão e me arrependi…q coisa ruim! Tinha gosto de sabão! Pedi um café q tinha um gosto horrível se meu pai visse diria q não era café, mas sim água suja!

Foi assim que depois de tudo e de 10h de voo que cheguei à NY por volta das 20h30 de lá, 21h30 no Brasil!

Deixe uma resposta